31 julho, 2014

[Lista #2] Turismo Literário - Lugares para conhecer dentro e fora dos livros!


O Turismo literário é por assim dizes, uma modalidade de turismo cultural cujos roteiros baseiam-se em lugares relacionados ao universo literário.
A ideia é que leitores acostumados a viajar nas estórias descritas nas amadas páginas de um livro conheçam os lugares onde personagens viveram , passaram, onde fatos importantes da literatura ocorreram e até mesmo onde viveram e morrem seus autores preferidos.

Em geral, a literatura está por todos os lados: nas ruas, nas calçadas, nas praças, nas construções e no jeito em que a própria cidade se configura. Da mesma maneira que absorveram parte dos costumes de cada região, deixaram ali parte de si mesmos.

A jornalista e roteirista Goimar Dantas embarcou nessa viajem. No seu livro “Rotas Literárias de São Paulo” (Editora Senac São Paulo), a ela propõe 21 rotas paulistanas baseadas nas vidas dos escritores que moraram na cidade. A ideia do projeto surgiu depois de a autora visitar as casas e propriedades que pertenceram ao escritor William Shakespeare (1564-1616) na pequena cidade de Stratford-upon-Avon, na Inglaterra.

Alguns dos locais de destaque no Turismo Literário Nacional são:


Em São Paulo:
A casa onde morou Mário de Andrade (1893-1945), na Barra Funda – hoje Oficina da Palavra (foto).
A Faculdade de Direito do Largo São Francisco, onde estudaram Álvares de Azevedo (1831-1852), Castro Alves (1847-1871) e Fagundes Varela (1841-1875). Os causos literários da Academia Paulista de Letras, no Largo do Arouche.
O Teatro Municipal de São Paulo, palco e plateia da Semana de Arte Moderna, em 1922, entre outros acontecimentos culturais importantes.
O Centro Cultural São Paulo, concebido por Mário Chamie (1933-2011), quando secretário municipal de Cultura.
O Cemitério da Consolação, onde estão enterrados escritores como Monteiro Lobato (1882-1948) e Oswald de Andrade (1890-1954).
O Museu da Língua Portuguesa, no centro de São Paulo, possibilita ao viajante uma verdadeira imersão na literatura. As exposições são temporárias, sendo o tempo de exposição variável, o que possibilita diversas visitas de tempos em tempos.
Entre outros.

No Rio de Janeiro:
A casa de Rui Barbosa, no Rio de Janeiro, é um dos marcos para o turismo literário brasileiro. Em 1930, a moradia do escritor virou o primeiro Museu-Casa do Brasil, apenas sete anos após a sua morte. A casa, comprada pelo governo, possui uma biblioteca com mais de 37 mil volumes e arquivos. No local, também funciona a Fundação Casa de Rui Barbosa.
Em Recife:
A capital pernambucana guarda a Casa-Museu Magdalena, local onde o escritor Gilberto Freyre, autor da obra “Casa-Grande e Senzala”, morou por 40 anos . Ainda em vida, decidiu transformar sua casa em uma causa maior. O local mantém a decoração do século passado e possui um acervo de 40 mil volumes.
Recife também reserva grandes surpresas no Circuito da Poesia, através de esculturas em tamanho real a doze importantes artistas de Pernambuco, incluindo João Cabral de Melo Neto, Manoel Bandeira e Clarice Lispector.

Em Goiás:
Com o objetivo de lutar pela preservação da vida e da obra da escritora Cora Carolina, em 1989 foi aberto o Museu Casa Cora Carolina, na cidade de Goiás. Apesar da distância da capital do estado, a casa de uma das poetisas e contistas brasileiras é uma boa opção literária.

Ilhéus (Bahia) – Terra de Jorge Amado <3
Visitar Ilhéus, na Bahia, e não lembrar de Jorge Amado é uma tarefa difícil. A cidade possui um bairro batizado com o nome do escritor e um circuito exclusivo, o Quarteirão Jorge Amado. Aos fãs da obra “Gabriela Cravo e Canela”, a viagem pela Costa do Cacau possibilita uma experiência inesquecível pelas colônias e praias da região.
  

E agora pensando no Turismo Literário Internacional, as opções são tão grandes quanto o mapa mundi.


Na Inglaterra (Devon)
No Sudoeste da Inglaterra, a casa de campo de uma das maiores autoras policiais, Agatha Christie, pode ser visitada desde 2009, após uma longa restauração. A casa Greenway, como é conhecida, possibilita visitação aos salões que presenciaram seus últimos manuscritos, além de reunir alguns dos objetos que pertenceram à escritora.

Em Portugal (Lisboa)
A “Casa da Poesia”, inaugurada em 1993, é uma homenagem ao poeta Fernando Pessoa. Localizada  no edifício em que viveu por mais 15 anos, o espaço reúne biblioteca, exposições temporárias, sessões de leitura, oficinas musicais e outras atividades culturais.

Na França (Nantes / Amiens)
O autor da famosa obra “A Volta ao Mundo em 80 dias”, Júlio Verne, também foi homenageado, sendo as casas em que nasceu e faleceu transformadas em museus. Onde nasceu, em Nantes, no Oeste da França e onde faleceu, em Amiens, no Norte do país. Se você ficar mais tempo no país, a dica é fazer um roteiro turístico, visitando as duas cidades, que ficam a 500 km de distância uma da outra.

Roteiros itinerantes - eventos 

Roteiro Importante no Turismo literário são as Feiras e Eventos. As Feiras do Livro são os eventos literários mais frequentes em todo o Brasil. Os eventos mais famosos são as Bienais do Livro, que acontecem nas principais capitais brasileiras e a Feira Literária Internacional de Paraty. As principais bienais acontecem em São Paulo ( Nesse ano tem gente! – Mais informações na aba “Cultura na Agenda”), em Minas Gerais, no Paraná e no Rio de Janeiro.

A Feira Literária Internacional de Paraty (RJ) acontece anualmente. A cidade fluminense faz parte do circuito internacional de turismo literário e é uma das principais referências quando o assunto é literatura.


Como planejar um roteiro de turismo literário?


Traçar a rota de seu personagem preferido, visitar a cidade que ambienta a história, percorrer os principais lugares da vida do autor… As opções são infinitas. Tudo depende do que mais agrada você, leitor, deixando-se levar por sua curiosidade e por sua paixão pelas obras!

Não se esqueça, porém, que o turismo literário começa no momento em que você pega um livro e mergulha em sua história. Melhor ainda, que tal fazer as duas “viagens” simultaneamente? Viajar para o destino do seu autor preferido lendo uma de suas obras?

A sugestão para os iniciantes é começar o turismo literário em sua própria cidade. Que tal ler uma obra de um autor local e conhecer mais sobre sua vida? Ao terminar a leitura, desbrave a cidade: visite seu local de moradia, a praça que ele costumava frequentar, um museu que tenha exposições dele, entre outros.

E aí ficaram empolgados? Já estou traçando meus roteiros aqui, aproveite uma folga para conhecer esses lugares incríveis também.



Fontes: Blog Edison Veiga do Estadão e Blog da Mala Pronta por Felipe Martins

8 comentários :

  1. Olá,
    Estou feliz por ter lido o seu post, que está maravilhoso. Eu adoraria conhecer a Casa da Poesia!
    Beijos
    Tão doce e tão amarga.



    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Thamiris! Não deixe de aproveitar as dicas ;)

      Excluir
  2. Adorei o post e o blog, ganhou uma nova seguidora.
    beijos
    under-the-stair.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Eu adorei esse post, pode apostar que vou usar algumas recomendações dele quando eu for viajar!
    Bjs.

    http://escritorawhovian.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá!

    Que lindas dicas! Meu sonho é conhecer Ilheus e o museu de Fernando Pessoa!

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Eu adorei essas dicas! Não conhecia alguns desses lugares! Seria muito bom montar um roteiro e partir para o abraço!
    bjs

    ResponderExcluir
  6. Olá, adorei as dicas, queria conhecer todos esses lugares, seria incrível demais!
    Beijos - lendocomabianca.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito bem vindo.
Leia , pense, se expresse!