09 janeiro, 2013

O Futurismo e a Moda



O Futurismo foi um movimento artístico lançado em 1909 (O Manifesto Futurista). Nesse mesmo momento a Moda tinha como expoente a estilista Madeleine Vionnet. Madeleine tinha como referência criativa a arte e estética grego-romana e não se aproximou das influências do movimento futurista. Mas porque não houve conexão da arte com a moda nesse momento?
Isso pode justificado pelo fato de que o comportamento da sociedade não sofreu forte influência das propostas do futurismo. Que são:
- Desvalorização da tradição e do moralismo;
- Valorização do desenvolvimento industrial e tecnológico;
- Propaganda como principal forma de comunicação;
- Uso de onomatopeias nas poesias;
- Poesias com uso de frases fragmentadas para passar a ideia de velocidade;

- Pinturas com uso de cores vivas e contrastes. Sobreposição de imagens, traços e pequenas deformações para passar a ideia de movimento e dinamismo;

Nicolaj Diulgheroff, L'uomo razionale (1928)

No contexto histórico do período de 1909, as mudanças vindas com a terceira Revolução Industrial e o surgimento da tecnologia de ponta que davam ao mundo ares futuristas eram ainda recentes e seriam sentidas profundamente apenas mais tarde.  Além disso, a tecnologia estava mais ligada ao dinamismo do que á estética e a aparência de um mundo futuro. Para que houvesse importância para a moda, a tendência futurista teria que se aproximar mais do cotidiano da população. Foi o que aconteceu por volta dos anos 60.

Já no contexto da Guerra Fria e da Corrida Espacial (a competição efetivamente começou com o lançamento do satélite artificial soviético Sputnik 1, em 4 de outubro de 1957 e concluiu-se com o projeto cooperativo Apollo-Soyuz em julho de 1975.) A sociedade vive um momento de euforia tecnológica. As novidades da tecnologia avançada lançam no cinema, na música, no design e na moda a tendência da estética futurista que faz com que o homem passe a explorar uma visão imaginária de um mundo futuro. Aqui o futurismo é bem mais estético.

Barbarella (1968)
Estilistas de grande sucesso no período souberem explorar bastante este pensamento coletivo. Podemos citar Pierre Cardin e Andre Courrèges. A ideia principal da moda futurista era criar roupas tal como seriam no futuro. As formas geométricas, linha pura, minimalismo, cores metálicas e intensa pesquisa de mátrias são características desta moda.  Paco Rabanne usou desde metais, plástico á papeis para compor seus característicos looks futuristas.

Paco Rabanne
Percebemos que a Moda se inspira de tempos em tempos nessa estética. Ela apareceu também nos anos 70, 80 e nos dias atuais.

O que determina que o futurismo esteja presente na moda é o pensamento coletivo, a moda se faz do comportamento social. Por tanto, se estamos vendo hoje o futurismo presente nos últimos desfiles de moda, é porque novamente estamos em um momento de pensando coletivo no mundo futuro. Não estamos?

Acquastudio (2009)
Rick Owens (2011)
Gareth Pugh (2011)
Mary Katrant (2012)

5 comentários :

  1. Muito legal! Acho lindo cores metálicas em roupas!

    ResponderExcluir
  2. eu acompanho muito essa tendencia no mundo automotivo também
    mas no caso dos carros criam designs horriveis para isso, algumas roupas ae acho que nem daria para usar no dia-a-dia mesmo, mas ha algumas boas tendencias no fim

    ResponderExcluir
  3. gostaria de saber se todos esses estilistas ai referidos são estilistas da epoca futurista

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como expliquei no texto, o futurismo é um tema que aparece na moda como tenência em diverentes épocas, sempre acompanhando o pensamento coletivo da sociedade. O época histórica em que este pensamento esteve mais forte foi no boom tecnológica dos anos da guerra fria... Nesta época destacaram-se Pierre Cardin e Andre Courrèges. Particularmente admiro Courréges considerando um grande visionário.
      Mas se falarmos do futurismo como movimento artístico de 1909, falta-nos representação da moda neste movimento.

      Excluir

Seu comentário é muito bem vindo.
Leia , pense, se expresse!